29 de nov de 2012

Uga Uga: boneco Cláudio Heinrich versão índio Tatuapú

Esse era o boneco que eu sempre quis ter em minha coleção desde o tempo em que comecei oficialmente a customizar as minhas próprias réplicas de personalidades: o índio loiro Tatuapú, personagem do ator Cláudio Heinrich na novela "Uga Uga". Sabia apenas que seria pra mim um desafio e tanto porque quanto menos informação visual tem meu personagem escolhido, mais difícil se torna a caracterização e resultado favorável para a obra concluída. A ideia voltou a tona quando finalmente conseguir comprar um corpo do clássico boneco "Tarzan" da Disney onde troquei sua cabeça original pela a de um Ken "Fashion Fever" com rosto másculo mas ao mesmo tempo de traços delicados. Troquei seu cabelo original por longas madeixas com três tons de loiro, desgrenhei e dei novo corte "sem corte" conforme o do personagem fictício. Apliquei também pelos loiro escuro para a barba e sombrancelhas, e refiz o formato da boca e olhar do boneco. Para o corpo estereotipadamente musculoso, dei nova pintura seguindo os tons do "Tatuapú" da novela e apliquei pulseiras nos braços e tornozeleiras feitas em fibra crua e estopa marrom. Sua tanga só possui a frente, também montada com o mesmo material das pulseiras. A finalização ficou por conta de uma tintura bronzeada de acabamento feita por cima de todo o boneco, para dar um ar mais "sujo" e real ao índio loiro. Todo trabalho consumiu 5 dias e o resultado você confere abaixo:















Cláudio Heinrich é uma daquelas figuras que tinha tudo para permanecer inerte na sua zona de conforto pelo simples fato de ter sido durante anos um "Paquito da Xuxa": lindo, loiro e carismático, requisitos suficientes para o manter por todo sempre amém no pódio dos "afilhados" sortudos da Rainha dos Baixinhos. Mas, ao invés disso, tomou suas próprias rédeas e como todo artista que se preza e pretende fazer realmente uma grande história, se enveredou na difícil arte de atuar (e convencer) em horário nobre, como protagonista de uma novela das 7 e ainda por cima, completamente pelado (ou, "quase")! Foi assim que ele surgiu no ano 2000 como o índio loiro Tatuapú, na já antológica novela "Uga Uga" - a primeira do gênero no Brasil a colocar atores sarados sem camisa e/ou quase pelados em literalmente todos os seus capítulos, fazendo com que o homem brasileiro se transformasse (finalmente) em símbolo sexual, objeto de desejo, e motivo para ser observado sim pelo seu corpo e sua beleza exterior. Era nela que o loirinho "de família" mostrava em horário nobre algo mais que sua bunda bronzeada em rede nacional, para delírio e suspiros de toda ala feminina e transgênicos da época... Diante dessa petulância, Heinrich com certeza fez história por sua coragem e atitude para topar um papel que - até nos dias atuais - poderia destruir todo um provável futuro de alguém que pretendia seguir com "credibilidade" nessa carreira. Resposta disso é que o ator (agora quarentão mas tão bonito e malhado quanto na época em que atuava "nu") mantem intacto seu percusso como ator de sucesso, esportista, músico e o eterno título de "bom rapaz" até hoje. Motivo esse que me fez desde sempre querer ter em minha coleção um boneco seu. E isso, finalmente, consegui!

 





Mais Cláudio Heinrich:

Wikipedia: http://pt.wikipedia.org/wiki/Cl%C3%A1udio_Heinrich
ISTOÉ GENTE:
  http://www.terra.com.br/istoegente/40/reportagem/rep_claudio.htm
Uga Uga: http://pt.wikipedia.org/wiki/Uga_Uga

28 de nov de 2012

Do universo das Tattoos: boneco Diego Rodrigues, o tatuador popstar

Ele é o "menino prodígio" na arte de rabiscar a pele, o tatuador sensação reconhecido no país pelo seleto grupo de profissionais da área (provocando até inveja em alguns "medalhões") e o mais novo queridinho da galera descolada apaixonada por tatuagens aqui em Natal e em todo Brasil: Diego Rodrigues, o artista plástico grafiteiro e tatuador "popstar" por excelência. Resolvi homenageá-lo usando como base dois modelos diferentes de Ken, um "Fashion Fever" 2012 para o corpo, com pontos de movimento (principalmente nos pulsos) e uma cabeça mais antiga versão 2005 com rosto "sério", onde pude fazer alterações faciais com nova modelagem da boca, nariz e olhos. As orelhas receberam "alargadores" de aço niquelado com furos reais e no rosto vários piercings em micro-alfinete também do mesmo material. Para o novo cabelo usei a técnica da pelúcia, trabalhada em duas texturas diferentes, na cor preta. As tattoos dos braços e pescoço foram desenhadas com pontas 0.2 e pintadas o mais similar possível as existentes em Diego onde receberam verniz especial para fixação. A roupa aproveitada do meu estoque recebeu customizações de strass furta-cor com glitter na camiseta e nova modelagem no jeans propositalmente cinza-esverdeado. Os tênis também receberam camurça e nova coloração além dos cadarços e adesivos. A finalização ficou por conta da minúscula máquina de tatuar feita com aço, alumínio, micro-pedrarias e super cola para manter tudo no lugar. Todo o trabalho consumiu 15 dias de execução e o resultado você pode conferir abaixo:















Acho que por me sentir diferente da maioria das pessoas rotuladas como "normais", é que tenho mais facilidade em fazer amizade com gente de "tribos", principalmente quando existem artistas de qualquer gênero dentro delas. O Diego Rodrigues, eu conheci meio que por acaso em seu estúdio de tatuagens que fica bem pertinho de onde eu moro e coincidentemente localizado no meio do caminho de todos os roteiros de minha agenda diária. Confesso que houve uma sintonia quase imediata em nosso primeiro papo, e mais ainda quando descobri depois por sua mãe (a impagável Dona Josefa, tooooda tatuada pelo filho) que o "leke" (que é assim como os mais íntimos o chamam), desde garoto já fazia arte desenhando histórias em quadrinhos, grafitando muros da sua escola e fazendo exposições de quadros assinados pelo próprio. Daí para se transformar em tatuador, foi literalmente um salto no escuro que lhe rende hoje inúmeros títulos e fama para seus vinte e poucos anos de idade. Foi então por essa sua história - ainda tão no início - e o carinho generoso pelo qual fui recebido por ele e sua família, que decidi homenagear o rapaz de futuro promissor, o eternizando em minha disputada coleção de bonecos celebridades -  rótulo esse que o próprio já tem e domina, dentro de seu território, a sua maneira. E a estrada continua!

 




Mais Diego Rodrigues?

Facebook: www.facebook.com/diegorodrigues.tattoostudio
Youtube: Canal do Diego Rodrigues

23 de nov de 2012

Programa "De Olho Na Folia" entrevista Marcus Baby

Mas antes, as explicações: o Carnatal é a maior micareta do país, o carnaval fora de época daqui de Natal, Rio Grande do Norte, e que traz anualmente (em dezembro) as maiores estrelas da Axé-Music para arrastar com seus trios-elétricos pelas ruas da cidade, uma multidão vinda do mundo inteiro só para participar da folia! Já o "De Olho Na Folia" é o programa oficial da prévia do Carnatal, que é apresentado pelas figuras Priscilla Freire e Diego Negrellos e que só passa na TV (pela BAND Natal) no período que antecede essa grande festa, gerando o maior ibope televisivo do estado durante seu horário de exibição (chegando a entrar em 2º lugar nos Trend-Topics Brasil por dias seguidos na última semana). Eis então que fui entrevistado pelo Diego Negrellos, que fez questão de mostrar as minhas bonecas da Claudia Leitte, Ivete Sangalo, Daniela Mercury e Margareth Menezes, além de me prometer no ar um super presente que você só saberá o que é quando assistir o vídeo da matéria que foi exibida no dia 21/11/2012. Descubra agora:

DE OLHO NA FOLIA (21/11/2012):

Mais sobre o DE OLHO NA FOLIA, clique aqui
Mais sobre o CARNATAL, clique aqui!

Diego Negrellos em êxtase segurando a doll de sua diva Claudia Leitte



Valeu galera!
Abração especial para Diego Negrellos, lindão, você é show, obrigado pelo carinho!

15 de nov de 2012

Minha coleção de bonecas da Madonna na CARAS

Mas antes deixa eu contar uma história feita de coincidências: em 1993 eu comprei a primeira edição da Revista CARAS graças a uma chamada de capa falando sobre a cantora Madonna no Rio de Janeiro em sua primeira vinda ao país (veja aqui). Com essa edição na mão, numa espécie de profecia, olhando pra capa, falei comigo mesmo: "um dia, eu também estarei nessa revista de celebridades". Me tornei conhecido, anos se passaram e em 2011 o meu boneco do Jesus Luz ("ex" da Madonna, vamos lembrar) surge numa página da CARAS (veja aqui) para minha total surpresa, mesmo já tendo o prazer e honra de ver minha arte aparecer constantemente no site da revista (veja aqui), o que me fez chorar de emoção, por aquele meu desejo que havia se concretizado... Hoje, com o título "Para comemorar vinda de Madonna ao Brasil, artista plástico Marcus Baby abre baú de bonecas", o Portal da revista, exibe para minha total felicidade um lindo álbum dedicado as minhas réplicas da - mais uma vez, outra coincidência - diva Madonna! E então? Seria essa uma "sinergia cósmica" entre eu, a revista mais badalada dos famosos e a rainha do pop? Bom, pelo menos o amor recíproco que existe entre eu e a Revista CARAS, esse eu posso confirmar!

CARAS:
A matéria (clique nos scans para ampliar e ler):


As fotos:

"La Isla Bonita"

"American Life"
"Die Another Day"

"Celebration"

"Erotica"

"Frozen"

"Future Lovers"

"Human Nature"

"Give All Your Luv"

"Jump"

"Hung Up"

"Justify My Love"

"Like A Virgen"

"Express Yoursef Blond Ambition"

Para ver a matéria direto do site CARAS ON LINE, clique aqui!

Pois é... Como não amar a CARAS?
Obrigado Neto Lucon, e beijão a todos que fazem essa revista tão cobiçada por todos nós, figuras públicas!
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

[FECHAR]